28.2.09

>> Like a boy, yet I'm a girl...

'...and when I'm in your arms
I'm a girl
Lost, when you're gone'

Essa música faz parte do meu 'repeat tremedeira' - sinto um certo conforto e contentamento ao ouvi-la a a - já ser em
francês me apetece bastante. Minha irmã diz que a música lembra da infancia - é bem provável que esse seja um dos motivos de tanto apreço meu. A cantora é a Sylvie Vartan, nasceu na Bulgária e cresceu na França. Ficou famosa como a rainha quebradeira do yé-yé-yé frances e é considerada uma das primeiras cantoras pop rock que dançou e CANTOU ao mesmo tempo. Suas apresentações tinham dançarinos/as coreografados como conhecemos muito bem nas apresentações pop pop de hoje em dia. A moçoila quebrou barreiras para a Madonna, Britney e outras dancantes, cantantes por aí - histórico! Fato memorável também foi abrir shows para os Beatles em Paris. Ela era uma tendência dançante, suas roupas de Barbarella como vestidos curtinhos e botas longas influenciaram milhares de fãs, até as neusas no Japão aonde ela vendeu não sei quantas muitas mil cópias do seus EPs.

tirando a fivela de pombo, o cabelo dela tá gorgeous!

A letra dessa musica é engracada e acho avançadinha para os anos 60 pop music - com certeza ajudou a abrir portas para a Britney! huhuhu!



23.2.09

>> Bow tie daddy dontcha blow your top!

Meu querido amigo do coração Aruã (Ru) me passou essa música. Faz tempo que não o vejo mas ele sempre me manda músicas e percebo que ele me conhece muito bem. A música é do Zappa e The Mothers of Inventions - é curtinha, uma vinhetoca, deixo no repeat - no repeat como faço com a também adorável vinhetoca, Maggie Mae dos Beatles. Nice!


Bow tie daddy dontcha blow your top
Everything's under control
Bow tie daddy dontcha blow your top
'cause you think you're gettin' too old
Don't try to do no thinkin'
Just go on with your drinkin'
Just have your fun, you old son of a gun
Then drive home in your lincoln

>> Things behind the sun.

>> sweet Nick Drake

You've been painting it blue
And you've been looking through solid air
You've been seeing it through
And you've been looking through solid air
Don't know what's going wrong in your mind,
And I can tell you don't like what you find,
When you're moving through
Solid air

∆ John Martyn {1948 - 2009} ∆
Solid Air, musica sobre o Nick Drake em seus dias ruins.

22.2.09

>> Esse mundo é um hospício. ∆ Versão Brasileira, MarshMallow, São Paulo, Samaro



Essa capa de LP era assim: capa original tétrica. Tenho muito medo dessas cabeçudas, ainda mais embaixo do meu post do Hunter e do Zach. A versão acima que fiz é muito mais aprazível.

>> John Fahey ∆ 1939-2001 ∆ Blind Joe Death

Conheci a música e o talento incrivel do John Fahey alguns meses atras. Fui comprar um cd bacanudo para dar de presente de aniversário para meu pai - mais eu queria encontrar algo que fosse novo para nós dois, que me fizesse feliz e desorientada. Dá pra entender? Meu pai estava comigo e ficamos muito, muito tempo fazendo uma das melhores qualidades que herdei dele, escutando música boa. ∆ Meu, quando entro naquelas salinhas especiais - no caso foi da Livraria Cultura - que tem os cds, LPs, dvds de blues, jazz, doo wop, bossa nova, country e tal, esqueço de tudo e fico totalmente encantada e abobada, lá dentro pra mim é atemporal - eu acho simplesmente divino e sedating. ∆ Bom, aí conversando com o cara bacana que trabalha lá na salinha, ele me indicou o Fahey e colocou para eu escutar para ver se eu curtia - e o que eu procurava aconteceu. Levei o cd do John Fahey para meu pai e nós dois levamos mais uns cds e dvds. Meu, visitar essas salinhas só é possível/permitido 1 vez por semestre.

...∆


John Fahey conseguiu extrair de si e criar sua própria música no violão de corda de aço, misturando com beleza e audacia o clássico e o moderno. Ele usava como inspiração o blues, as raízes norte-americanas, a pureza indígena, os sons brasileiros (como a viola), o abstrato, primitivo e cru. Sempre tentando o original, o não comodismo. Criou seu próprio selo e gravadora adiantando o que já esperava das gravadoras do mercado, a falta de interesse por tal estilo de sua música. Ele compartilhava com o Bob Dylan a antipatia de ser chamado de músico folk.

∆...

Esses dias por coincidência me surpreendi com o post da Euforiquessa falando sobre o novo álbum de 2009 do Sonic Youth - o qual tem na capa uma pintura do John Fahey. Ela me contou que essa pintura faz parte de uma coleção rara e pessoal do músico. Li que por volta de 1998 ele voltou a pintar, arte que deixou de lado quando aos 13 anos ficou encantado e começou a tocar violão. Nos anos 90, John se afastou e passou a criar e explorar ainda mais o primitivismo dos sons, respirando, vivendo e desenvolvendo sons, composições, músicas - não tinha interesse em saber o que estava rolando musicalmente por aí. Só depois descobriu que existia uma 'cena' underground se formando que compartilhava de seus anseios. Assim John Fahey e o Sonic Youth se encontraram. Paaaaaaaa, sterling!

...∆


Me encanta muito a cara dele de mau humor.

Paaaaaa, 3 músicas bacanudas do mother fuckin' Fahey para escutar: Poor Boy Long Ways from Home, Take A Look At That Baby e Sunflower River Blues.

∆ Abajo videos geniais do genious.



>> Quem é esse cueca, agora?



Esse é especial.
Simplesmente é o, The, O Rei da Pornochanchada.
Nosso querido e estimado Carlo Mossy quando jovem e vivaz.

∆ Mossy, agora tu não pode reclamar.

>> This is addiction for me.

Oi, sou Apatique. Estou totalmente desvairada e obcecada pela música e o video 'Extinction' da banda Muslims aka Soft Pack.  
∆ Em posts anteriores, acá e aqui, eu e Euforiquessa já havíamos expressado nossa afeição a banda.





∆ O video acima é fantástico! A atuação e direção do vocalista, Matt Lamkin, é linda. Top5 best contemporary, b&w, good looking vocalist, funny, cockiness face, scenery, tree scenery, band video. HAH!


21.2.09

>> O macete do abacateiro

Acho que já faz uns 4 anos que assisti no cinema o documentário sobre Os Doces Bárbaros - filme de 1976 do grupo de mesmo nome formado por Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia e Gal Costa. É bem bom!! Desde a sessão eu fiquei a procura de uma cena que é fantástica e queria muito mostrar para a Euforiquessa. Procurei e nada. O tempo passou, arquivei a procura, e minha irmã acabou nem assistindo o filme. Não sei porque rrrraios hoje estávamos falando sobre o Gil e fui procurar o vídeo, e lá estavam 2 vídeos do momento mais divertido do documentário: a história sobre a prisão de Gil e Caetano por porte de maconha em Florianópolis - em turnê estavam lá para um show. Abaixo assistam: a descrição fantástica do policial, barriga verde, sobre o flagrante no hotel e o julgamento do Gil. Vale muito a pena assistir...até o final.



∆ a diferença da reação do Gil e do Caetano é o melhor!

>> Why don't you let me tape you?

Não sei direito o que o James Spader tem, mas ele tem. Ele faz parte da minha memória teenager de filmes da Sessão da Tarde e Corujão, que tinham cenas para maiores de 16 anos: ele e a Susan Sarandon, ele e a Andie MacDowell e por aí vai. Agora na série Boston Legal aos 48 anos ele tá fuézinho, mas o bom é que o "it" dele persiste. Jimmy still has it.

∆ Até os supermullett dele dos anos 80 é aceitável. Não estou me referindo a foto abaixo. O mullett é aceitável mas não é necessário mostrá-lo.


Graham: Why don't you let me tape you?

Graham: A personal project like anyone else's personal project. Mine's just a little more... personal, I guess.

Graham: I remember reading somewhere that men learn to love the person that they're attracted to, and that women become more and more attracted to the person that they love.

∆ Sex, Lies, and Videotape

∆∆ Querido Carlo Mossy, taí mais um cueca. Perdão mas, puêrra...aguentae.

18.2.09

>> When I Grow Up ∆ 2º do Fever Ray



Acá está o 2º video da banda Fever Ray - da minha música preferida do album. Já são 2 vídeos incriveis seguidos - superb! Just fuckin' exquisite!

Como o 1º video, ToGroundControl também gostaria muito de ter feito esse.

>> Novo sonic yami!

The eternal é o 16º álbum da banda que está em nova gravadora; o trabalho será lançado em junho pela matador records. Agora é aguardar para conferir. Pintura da capa de john fahey, me lembra sorvete de morango com calda e farofa de castanha! Não almocei ainda, deve ser fome!


uma música que eu curto é 'incinerate' e esse vídeo do programa 'from the basement' é bem bacana.

>> Cadê os tambores?




>> Tá aí

Para os meus amigos em especial carlo mossy, que reclamou da presença dos cuecas semi-desnudos que a outra colaboradora coloca por aqui, hahaha. Sou boazinha e coloco esse rapaz, sem talento, feiozo e vestido!
Sorrisos para iniciar a quarta! ;)
p.s: detalhe para o 'pega rapaz'.

>> Niiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiice


a banda com a antiga formação, tinha uma guria, o baterista era outro e provavelmente o nome da banda nem era 'os muçulmanos' e muito menos 'carteira de cigarro'.


formação atual, com o baterista que eu acho bacaníssimo!


um cover de uma música da banda 'love' feito em jun.2008

p.s.: the muslimsssssssss, the soft pack, whatever! porque raios esses caras foram mudar o nome, pqp.

>> Another Side of Bob Dylan

poem for Miss Hardy from Mr. Dylan

∆ Eu não estava a fim de colocar o poema que o Bob Dylan fez para a Françoise Hardy que tá na capa do LP dele de 1964 - Another Side of Bob Dylan. Preferi colocar a letra de uma música que tem nesse LP que eu gosto muito e que esses dias reapareceu em mi vida. Agora finalmente tenho a música de volta ao meu alcance e aconchego. Tá amanhecendo. Vou dormir. ∆


I Don't Believe You
(She Acts Like We Never Have Met)

I can't understand,
She let go of my hand
An' left me here facing the wall.
I'd sure like t' know
Why she did go,
But I can't get close t' her at all.
Though we kissed through the wild blazing nighttime,
She said she would never forget.
But now mornin's clear,
It's like I ain't here,
She acts like we never have met.

It's all new t' me,
Like some mystery,
It could even be like a myth.
But it's hard t' think on,
That she's the same one
That last night I was with.
From darkness, dreams're deserted,
Am I still dreamin' yet?
I wish she'd unlock
Her voice once an' talk,
'Stead of acting like we never have met.

If she ain't feelin' well,
Then why don't she tell
'Stead of turnin' her back t' my face?
Without any doubt,
She seems too far out
For me t' return t' her chase.
Though her skirt it swayed as a guitar played,
Her mouth was watery and wet.
But now something has changed
For she ain't the same,
She just acts like we never have met.

If I didn't have t' guess,
I'd gladly confess
T' anything I might've tried.
If I was with 'er too long
Or have done something wrong,
I wish she'd tell me what it is, I'll run an' hide.
Though the night ran swirling an' whirling,
I remember her whispering yet.
But evidently she don't
An' evidently she won't,
She just acts like we never have met.

I'm leavin' today,
I'll be on my way
Of this I can't say very much.
But if you want me to,
I can be just like you
An' pretend that we never have touched.
An' if anybody asks me, "Is it easy to forget?"
I'll say, "It's easily done,
You just pick anyone,
An' pretend that you never have met!"

>> I've got a feeling.

17.2.09

>> It´s time, babe!

coffee!

>> Na terra de wasabi

sushi-filho, sushi-pai e sushi-cão
encontraram
tempurá-mami, tempurá-filho e tempurá-poodle

>> Brincadeira de mão sempre acaba em choro!

...quantas vezes já escutei essa frase e acho que as vezes ainda escuto. Pois é.

Assiste abaixo o curta que mon ami Charolina Araña me passou. Genial!!

>> Are we human, or are we dancer? ∆ Nº2

Alguns posts atrás semiquestionei o bom gosto da música de Brandon Flores e seu The Killers, volto e questiono agora a honradez do meu querido e adorado Zach Camisinha e seu Beirut. Após a prostituição de Zach e seu clã em uma tal minissérie global, eu e minha irmã Euforiquessa estamos angustiadas. Estamos em uma relação a eles de amor semi-incondicional e ódio de amante traída. Gurp!

∆ Então nosso inconstante mas fiel Hunter S. Thompson volta para nós instigar e questionar:

"Who's human, who's dancer?"

Hunter e Zach

>> Esse mundo é um hospício

ai.

>> Tecnologia de ontem

celular nos anos 50

>> ToGroundControl Sponsor-ing!!

Depois do macacão de corrida que criamos e ganhamos no super disputado concurso, o ToGroundControl agora também faz parte do charmoso Lada Meianov do jornalista e piloto Flavio Gomes. O carro ficou mais bonito ainda. hoho! Sterling!! Bling-bling!

Ladovsky #69 ∆ Categoria Super Classic


macacão temporada 2009 do piloto Flavio Gomes

∆ Os elementos descritos a cima podem ser vistos em alta velocidade, Super Classic, no Autódromo de Interlagos. ∆

>> Manoel e os gêmeos.

Abaixo estão duas poesias do matogrossense manoel de barros, escritor que aprecio, principalmente por ter como temas recorrentes, a criança, o homem do campo e a natureza. O jeito como brinca com as palavras e com as idéias é instigante e divertido. Para acompanhar as poesias, coloquei as fotos que tirei das obras dos 'gêmeos'. Perdi de ver 'os gêmeos' quando estiveram em são paulo, mas por sorte vi em curitiba no museu oscar niemeyer. As outras exibições estavam ótimas também e com tempo colocarei por aqui. Quando vou a curitiba esse é um passeio que curto e faço sempre, e caramba, todas as vezes as exibições estavam incríveis! Sério, para quem gosta de museu e arte é a minha dica.

Uma didática da invenção


'VII

No descomeço era o verbo.
Só depois é que veio o delírio do verbo.
O delírio do verbo estava no começo, lá
onde a criança diz: Eu escuto a cor dos
passarinhos.
A criança não sabe que o verbo escutar não
funciona para cor, mas para som.
Então se a criança muda a função de um
verbo, ele delira.
E pois.
Em poesia que é voz de poeta, que é a voz
de fazer nascimentos -
O verbo tem que pegar delírio.'

Manoel de barros . trecho do livro 'o livro das ignorãças'

.

'Tenho um livro sobre águas e meninos.
Gostei mais de um menino que carregava água na peneira.
A mãe disse que carregar água na peneira
Era o mesmo que roubar um vento e sair correndo com ele para
mostrar aos irmãos.
A mãe disse que era o mesmo que catar espinhos na água
O mesmo que criar peixes no bolso.
O menino era ligado em despropósitos.
Quis montar os alicerces de uma casa sobre orvalhos
A mãe reparou que o menino gostava mais do vazio do que
do cheio.
Falava que os vazios são maiores e até infinitos.
Com o tempo aquele menino que era cismado e esquisito
Porque gostava de carregar água na peneira
Com o tempo descobriu que escrever seria o mesmo que carregar
água na peneira.
No escrever o menino viu que era capaz de ser noviça, monge
ou mendigo ao mesmo tempo.
O menino aprendeu a usar as palavras.
Viu que podia fazer peraltagens com as palavras.
E começou a fazer peraltagens.
Foi capaz de interromper o vôo de um pássaro botando
ponto final na frase.
Foi capaz de modificar a tarde botando uma chuva nela.
O menino fazia prodígios.
Até fez uma pedra dar flor!'

Manoel de barros . trecho do livro 'exercícios de ser criança'


fotos da exposição dos gêmeos no MON em curitiba.

>> O nosso amor vai ser assim eu pra você, você pra mim...' fica bacana, paulinho?'

Diz bethânia, brincando com a música de vinicius e tirando uma com a cara do paulinho. Adoro esse vídeo de um trecho da música 'rosa maria'. A cena é do DVD 'saravah'. Samba de qualidade para iniciar o dia. Pena que é curtinho, dá vontade de ver mais.

16.2.09

>>

RONIVONFONÉOREIDOSCOXINHAS!!!!!!!!!!!!!!!!
ÉINDIGESTÃOAUDITIVANACERTA.

>> Darling don´t you go and cut your hair, do you think it´s gonna... huhuhuhú

Hoje fiz uma coisa arriscada, que faço desde de sempre e as vezes dá merda. Peguei uma tesoura e repiquei meu cabelo. o problema é sempre saber a hora de parar, mas foi tranquilo, saiu tudo isso de cabelo e ainda está compridão. Buenas, se pudesse fazer doação de cabelo para os menos afortunados, capilarmente falando, eu doaria com todo prazer e ainda sobraria para eu ter uma juba metaleira de responsa. Ficou ótimo! Mas, não sou profissa, há uns meses fui no kiko, que corta meu cabelo, mas já estava precisando de uns acertos! kiko:-))))

o desenho da japonesinha feito com a técnica sumiê, é da ilustradora de livro infantil lúcia hiratsuka, que fez especialmente para a juss, as fotos são do show da björk e o cartão azul do ToGroundControl couture! ê!

>> Totó!!!! Eu quero.

Já que estou no saudosismo, aí está o totó!!!
Pura farra! até os meus 11 anos meu carnaval era sempre em araruama/rj e os meus dias resumiam-se as seguintes atividades: praia, totó, pegar pitanga e jamelão no pé, totó, me divertir com minha tia fátinha, totó, pegar girino com baldinho (é! depois devolvia no riachinho), totó, tomar picolé, totó, jogar buraco com os mais velhos (sempre faltava alguém para formar dupla), matinê de carnaval de rua e no final do dia só me restava desmaiar em um colchão com o corpo esturricado e ardido de sol e cheirando a minancora. Era bom demais, caramba.

com esse meu treinamento precoce na arte do totó,
desafio qualquer pessoa no jogo,
pode ser homem ou mulher!
não tem a ver com força,
é habilidade, agilidade e coordenação motora. ;)
e sobra aqui, rs.

>> I’ll turn the ocean upside down.


there is a star in the sea


‘there is a star in the sea, and it burns up everything

it touches. Though men who walk on land deny it,

one night a star fell from the sky and landed in the sea.
it had the good sense to become a fish, but the wit

to keep its shape. It sleeps on the bottom of the sea,
but one day I’ll play a trick on it - I’ll turn the ocean

upside down! Then it will shine again, coral bluff,
rusted galleon in the night sky, and I will pray to it.’

poema de dan chiasson . livro: natural history, book IX


pôxa, quando pequena gostava de fazer pipa, ou como é chamada em algumas localidades, pandorga. as minhas eram as simples mesmo, com no máximo duas cores, hehe.
mas, voavam. sempre.

>>

queria muito ter ido a um show da banda joy division e escutado 'atmosphere' e 'she´s lost control', ali, de preferência grudada no palco.

>> All is full of love

björk e filhote, fofos : )
'all is full of love'



'undo'
,
'unravel'
'all is full of love'.

Essas três são as músicas mais lindas da björk na minha opinião. E as três mais ou menos sobre o mesmo assunto: desfazer, desamarrar, desenrolar, desconstruir, retomar, recomeçar. São sobre o amor. Na letra diz, que o 'devil' puxa a linha do novelo e não devolve mais e é preciso refazer ou fazer um novo. Tão lindo.

aproveito e coloco o cover que o thom yorke fez da música 'unravel' da björk, já que mês que vem radiohead estará por aqui.

p.s.: esse post é dedicado a mi hermana (aí jusslieta, não chora, chica), que é fã da islandesa desde da tenra idade, quando comprou seu primeiro vinil na hi-fi (ha!). eu era fã da banda sugar cubes, mas depois não segui a trajetória da moça. minha irmã que aos pouquinhos me fez apreciar e ver a beleza, força e criatividade que existe na música de björk. hoje sou fã e o show que assisti na pedreira em curitiba foi lindo. a juss, como fã que é, foi em três shows, no rio, são paulo e em curitiba.

>> Lovely hairy Elvis Perkins in the black cab.

>> Adorable hairy men.

Wayne Coyne ∆ Flaming Lips


∆ Devendra Banhart ∆


∆ Louis Garrel ∆


∆ Romain Duris ∆


Eugene Hutz ∆ Gogol Bordello


Chris Robinson ∆ Black Crowes

13.2.09

>> Sou dançarina não! Acho que não.

Após minha crítica exteriorizada acá neste blog zuando com o refrão da música "Human" do The Killers, mas minha nítida tentação e apreço pela tal música e outras do álbum Day & Age, minha irmã Euforiquessa me chamou a atenção para o enigma, e descobri só agora que houve uma discussão de grande escala internética sobre o mal gosto da letra pela interpretação dos fãs. "Are we human or are we dancer?" Assim descobri também, que dizem pela www que o vocalista esteticamente agradavel, Brandon Flores, ficou enfezado com tanta falação. Sem titubear, Flores foi a mídia acalmar seus nervos e explicar o porque da questão levantanda na música. Ele foi inspirado em citações feitas pelo escritor cativante Hunter S. Thompson, El Gonzo, que verbalizou de sua maneira particular que os jovens americanos estavam sendo criados como dançarinos e não como humanos - vivendo a base de atitudes coreografadas e fórmulas prontas sem questionar tal treinamento. Flores complementou que a batida da melodia mais a palavra 'dancer' estão explicitamente ligadas resultando em tal música dançante e quem não considerou isso é um fuckin' !#*!?$@!

Hunter and Brandon. Who's human, who's dancer?

>> Costurando botões nos olhos! uia!

eu quero cineminha de domingo, gurizada :-))))
e é desenho 3D,
ueba!


>> Yes, I´m just a simple man.

'nothing is sacred to me.
who is making the rules anyhow?'
frase do sensacional cantor
klaus nomi.
klaus morreu aos 39 anos em 1983.

>> C-c-c-c-c-c'mon...

A banda paulistana fuckin' sterling de stoner rock, Flaming Moe, é a trilha da nova propaganda da Nike com o jogador Elias do tal do (éca) Corinthians. Estreou hoje no intervalo do Globo Esporte e passsará muitas vezes mais por aí. A música é a chocante NitroZ e a props ficou foda!!! A volta da música na paradinha ficou lindo - goose bumps!

∆ Parabéns queridos meninos! Isso não é ensaio, isso é talento! Vocês são assim, meu! São os caras! hahahahaha

∆ Acá link para download da música:




>>

>> David de la mano.

repeteco porque achei o cara muito bom, e as peças coloridas são tão bacanas quanto as pb´s. as imagens no blog estão enormes e dá para colocar de fundo de tela no computador.

>> Um café.

desenho de david de la mano

qué me he convertido? . é o blog do rapaz com seus trabalhos supimpas. com essa garoa de hoje, tudo o que queria agora era um café pequeno carioca, um pão de queijo e um livro, e simplesmente deixar o tempo passar em uma mesa de algum café.

12.2.09

>> John

Li na revista bravo deste mês a reportagem do jornalista josé flávio junior sobre a nova biografia de john lennon. A biografia foi escrita pelo jornalista inglês philip norman, o mesmo que escreveu 'Shout!: The True Story of the Beatles'. Fiquei curiosa para ler o livro de fofocas e bizarrices sobre a vida do john lennon, afinal sou fã de suas músicas. De acordo com a reportagem, ele era uma pessoa geniosa, tinha o ego gigantesco, briguento e era extremamente ciumento, entre outras cositas. Haja paciência, homem do céu! Por exemplo, quando ía ao banheiro, pedia para a yoko ir junto para não deixá-la na companhia de outros. Também teve a vez em que eles cansaram um do outro e conversaram. Yoko propôs que ele desse uma banda, isto é, desse um tempo na relação e ficasse com outra pessoa, no caso foi a secretária 'may pang'. Essa história durou um ano e meio e depois yoko e john reataram o relacionamento mais felizes e em paz do que nunca. Sabe, nunca achei isso uma má idéia, não mesmo, acho que tudo pode ser conversado, dialogo é fundamental nessa vida! Yoko era muito doida no bom sentido e bacaníssima, quem diria... Bom, infelizmente, depois de cinco anos john seria assassinado.

O vídeo e a letra abaixo é de uma música que eu acho linda do john, 'jealous guy' e que agora faz total sentido na história dele. Gosto bastante da música apesar do tema, o ciúme, não fazer o menor sentido para mim. Tenho consciência que todos nós sentimos uma hora ou outra, como o próprio john disse em uma entrevista, mas não gosto, não quero e combato esse sentimento em relação a tudo. Não quero sentir ciúmes dos amigos, do namorado, dos familiares, das coisas materiais, das idéias; enfim, isso representa simplesmente posse, e querer a vida ou algo do outro só para si é muito egoísmo e insegurança. Ô coisa destrutiva. Mas, já estou falando demais sobre isso, tem outras coisas importantes que devem ser levadas em conta nesse assunto, também não é oba-oba, não, hehe. Voltemos ao post que é a respeito do temperamental e talentoso john.

'jealous guy' . john lennon

I was dreaming of the past
And my heart was beating fast
I began to lose control
I began to lose control

I didn't mean to hurt you
I'm sorry that I made you cry
Oh no, I didn't want to hurt you
I'm just a jealous guy

I was feeling insecure
You might not love me anymore
I was shivering inside
I was shivering inside

I didn't mean to hurt you
I'm sorry that I made you cry
Oh no, I didn't want to hurt you
I'm just a jealous guy

I didn't mean to hurt you
I'm sorry that I made you cry
Oh no, I didn't want to hurt you
I'm just a jealous guy

I was trying to catch your eyes
Thought that you was trying to hide
I was swallowing my pain
I was swallowing my pain

I didn't mean to hurt you
I'm sorry that I made you cry
Oh no, I didn't want to hurt you
I'm just a jealous guy, watch out
I'm just a jealous guy, look out babe
I'm just a jealous guy




cara, esse vídeo o rapaz tá freeze todo de boca aberta, mas esse tem as imagens melhores, e também dá um desconto pra entradinha azul de quem fez o vídeo porque é muito tosca.